CAMDA - A força do campo!
-
  • Localização Rua Chujiro Matsuda, nº 25 - Vila Endo

  • E-mail contato@camda.com.br

  • Telefone (18) 3502-3000

Camda realiza investimento em moderna unidade de armazenamento de grãos

POR Roberta Marchioti, 04 MAIO, 2021
04 MAIO

Em 2021, ano em que se prevê mais um recorde de produção de grãos no Brasil, o déficit de capacidade de armazenagem estática deve ultrapassar a barreira das 100 milhões de toneladas.

A estimativa é da consultoria Cogo Inteligência em Agronegócio, que já aponta um déficit neste ano de 87,4 milhões de toneladas, ou seja, o país tem capacidade de armazenar 170,1 milhões de toneladas, mas a safra 2019/20 deve fechar com 257,5 milhões de toneladas.

O cálculo para o próximo ano é feito levando-se em conta uma safra estimada de 277 milhões de toneladas e um crescimento de 4,2 milhões de toneladas na capacidade.

Carlos Cogo, diretor da consultoria, diz que a paridade entre capacidade estática e produção de grãos era equilibrada historicamente, mas se descolou a partir de 2010. Desde então, a produção cresceu a uma taxa de 5,1% ao ano, e a armazenagem teve alta de apenas 1,9% ao ano.

“Já temos um gargalo. O aumento de produção faz com que, mesmo escoando as safras rapidamente, quando o milho é colhido os silos ainda estão cheios de soja. O resultado são as imagens que vemos quase todos os anos no Mato Grosso: montanhas de milho a céu aberto por falta de armazéns", pontuou.

Dificuldade essa que os cooperados Camda também estão enfrentando este ano. Um exemplo é o grupo de cooperados da região de Lençóis Paulista, Macatuba, Pederneiras que juntos perfazem uma área de aproximadamente 20 000 hectares da cultura da soja em reforma de cana. Como a soja teve uma paridade de ciclo muito próxima deixando o período de colheita reduzido, rapidamente foi colhida uma grande área e as dificuldades de retirada da produção pelas trades que tem suas cotas limitadas ao porto causou a lotação dos silos, dificultando o desembarque.

Desta forma, a Camda reconhecendo toda fidelidade e parceria dos cooperados participantes do programa “Mais soja” tomou a arrojada decisão da construção de uma unidade de recebimento de grãos de última geração a ser instalada na rodovia Marechal Rondon sentido São Manuel; uma área de 48.400 m² já contratada com equipamentos da Kelper Weber e parte da construção civil com a Eurobase, somando um investimento de R$ 25 milhões com inauguração prevista para final de dezembro de 2021.

“Nossa nova unidade vem projetada para trabalhar com maior eficiência possível, tombadores, balanças digitais, aparelhos de amostragens de última geração, tudo calculado para termos grande agilidade na descarga, classificação e carregamento. O investimento é para dar sustentação aos nossos cooperados trazendo a eles armazenamento seguro, descarga eficiente e uma grande economia em frete”, pontuou Lucas Pauli, gerente regional de soja Camda.

Na ocasião, Lucas pontuou também que a Camda já está negociando a compra de soja para safra 21/22 com contratos para a nova unidade.