Bem vindo a Camda

Matriz - Adamantina/SP

Rua Chujiro Matsuda, nº 25 - Vila Endo

Telefone:

(18) 3502-3000

HOME
A EMPRESA
ESTRUTURA
LOJAS
POSTOS DE EMBALAGEM
MINERCAMDA
CATÁLOGO
PROJETOS
INFORMATIVO
RELATÓRIO ANUAL
NOTA FISCAL
CLASSIFICADOS
COTAÇÕES E MERCADO
DOWNLOADS
NOTÍCIAS
SEJA COOPERADO
ÁREA DO COOPERADO
TRABALHE CONOSCO
FALE CONOSCO
CONTATOS
Notícias


Atualizado em 26-03-2020

Cruzamento industrial: Nelore x Angus

Observando o atual cenário da pecuária de corte, hoje em nosso país a perspectiva de consumo mundial de carne aumentando. O agronegócio brasileiro ocupa uma posição de destaque, visto se tratar de um setor da economia que gera uma receita significativa ao país, principalmente quando se diz respeito à pecuária de corte. Sabe-se porém, que esta atividade possui uma diversidade de produção e aplicação tecnológica bastante variada no país, com propriedades sofisticadas e altamente produtivas e outras baseando-se ainda na produção extensiva e precariedade dos meios de produção.
Um aspecto relevante na pecuária de corte nacional é a utilização de gado zebu (Nelore, Brahman, Guzerá, Gir e outros) aliado a este fato, o uso de programas de melhoramento genético animal com a realização de cruzamentos com taurinos, destacando o cruzamento entre as raças Nelore e Angus como forma de intensificar a produção de carne em menor tempo e com mais qualidade e ainda com maior aproveitamento de carcaça e peso superior. Aproveita-se então as características de adaptabilidade, resistência e fertilidade das vacas Nelore e o ganho de peso, precocidade sexual e acabamento dos touros Angus, aumentando a eficiência na atividade de corte. Sendo assim, os parâmetros positivos de cada uma das raças se complementam na progênie.
Graças a grande diferença existente entre estas duas raças, consegue-se esses bons desempenhos tecnicamente denominamos de heterose, sendo que animais de raças próximas - ou seja, mesmos grupos genéticos - possuem desempenho menor quanto às características produtivas e reprodutivas quando cruzados. Assim, quanto maior for a distância genética entre as raças, maior será a heterose observada.
Os animais cruzados, obtidos por meio do cruzamento entre zebuínos e taurinos, quando comparados aos animais zebuínos puros, apresentam maior velocidade de crescimento (15%), maior eficiência reprodutiva (43%) e mérito de carcaça maior (0,7%). Ressalta que em um ambiente desfavorável, os animais cruzados têm sua produção fortemente influenciada pelo efeito da heterose e, por outro lado, ambientes considerados como adequados, a produção dos animais será influenciada em grande parte pelos efeitos aditivos da raça, comprovando a interação entre genótipo e ambiente.
Assim como a heterose é importante no cruzamento, a complementaridade também é fundamental, pois a junção das características desejáveis de uma das raças de certa forma complementa a outra raça. Dessa maneira, ela pode ser descrita quando se tem, por exemplo, a resistência ao calor e ectoparasitas de animais zebuínos e o acabamento de carcaça e qualidade de carne dos taurinos como o Angus. Assim, a complementaridade utiliza os pontos fortes de cada uma das raças envolvidas no cruzamento para que se possa atingir melhores resultados do que aqueles encontrados nas raças puras.
A heterose e a complementaridade geradas pelo cruzamento entre zebuínos e taurinos são as responsáveis pela alta produção da progênie desses animais em climas tropicais, obtendo maior velocidade de crescimento e peso ao abate mais cedo, além de oferecer ao mercado carne mais macia e de melhor qualidade.
Porém, existem desvantagens quanto ao uso de cruzamentos na pecuária de corte. Quando se tem apenas a preocupação de lucro em curto prazo, o cruzamento pode se tornar um problema em médio prazo. Isso ocorre quando a seleção feita no rebanho é deixada em segundo plano e o ganho com aheterose acaba não se tornando crescente ao longo do tempo e mesmo assim sendo vista como o principal parâmetro de produtividade.
Além disso, em propriedades que fazem o uso de cruzamentos para otimizar a produção de carne, deve haver uma boa organização operacional, uso de tecnologias reprodutivas, ambiente favorável e mão de obra mais qualificada, o que pode comprometer a relação custo/benefício. Portanto, o cruzamento não exclui a necessidade do melhoramento genético do rebanho por meio da seleção, devendo ser considerados de forma conjunta.
Para garantir o sucesso no uso de cruzamento deve-se ter um planejamento estratégico em relação às raças utilizadas e ao próprio manejo, visto que, apesar dos animais cruzados serem mais produtivos também são mais exigentes e, por consequência, necessitam de melhorias no ambiente e na nutrição.
No atual cenário da pecuária de corte brasileira, o produtor deve se atentar sempre às novas tecnologias para que a produção de sua propriedade consiga ter lucratividade. Dessa forma, o cruzamento feito entre o Nelore e o Angus pode contribuir neste intento, pois seu retorno financeiro é baseado em inúmeros estudos e pesquisas que comprovam que o uso das duas raças contribui por meio da heterose e complementaridade com a produção de animais F1 produtivos, adaptados ao clima tropical, precoces e com carcaça com qualidade superior aos de animais zebuínos puros.
Portanto, o cruzamento entre a raça taurina Angus e a zebuína Nelore constitui-se como uma alternativa viável ao aumento da produtividade da pecuária de corte por meio do incremento dos valores produtivos da geração F1.
Caso o cooperado Camda se interesse em aumentar os lucros de sua propriedade através da pecuária fazendo uso desta tecnologia, a Camda possui técnicos do programa Reproducamda especializados em reprodução bovina assessorando em programas de inseminação e empregando em sua propriedade. Passe em uma loja Camda e confira!
 
 
 
 


Últimas notícias


HOME  |   A EMPRESA   |   LOJAS   |   POSTO DE EMBALAGEM   |   MINERCAMDA   |   CATÁLOGO   |   EVENTOS   |   PROJETOS   |   INFORMATIVO   |  RELATÓRIO ANUAL
NOTA FISCAL   |   CLASSIFICADOS   |   COTAÇÕES E MERCADO   |   DOWNLOADS   |   NOTÍCIAS   |   SEJA COOPERADO   |   TRABALHE CONOSCO  |   FALE CONOSCO

Copyright © 2012 Cooperativa Camda  |   Desenvolvido por Evolução Web