Bem vindo a Camda

Matriz - Adamantina/SP

Rua Chujiro Matsuda, nº 25 - Vila Endo

Telefone:

(18) 3502-3000

HOME
A EMPRESA
ESTRUTURA
LOJAS
POSTOS DE EMBALAGEM
MINERCAMDA
CATÁLOGO
PROJETOS
INFORMATIVO
RELATÓRIO ANUAL
NOTA FISCAL
CLASSIFICADOS
COTAÇÕES E MERCADO
DOWNLOADS
NOTÍCIAS
SEJA COOPERADO
ÁREA DO COOPERADO
TRABALHE CONOSCO
FALE CONOSCO
CONTATOS
Notícias


Atualizado em 01-02-2017

Calor excessivo pode afetar reprodução do gado de corte e de leite

O calor excessivo durante o verão, atual estação no Brasil, vem causando bastante desconforto tanto nos seres humanos quanto animais. É importante saber que a ambiência na produção de bovinos, por exemplo, frente às alterações do clima em todo o planeta, requer cuidados preventivos por parte do produtor rural. E uma das situações que pode afetar a reprodução do gado de corte e de leite é a exposição às altas temperaturas e à radiação solar intensa, que podem afetar a fertilidade das fêmeas.
Como não tem controle sobre o clima, o ideal é o pecuarista associar a produção bovina com a introdução de árvores ao redor da propriedade, adotando sistemas interligados, como a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). Conforme orientação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) – Unidade Pecuária Sudeste (SP), além de outros benefícios, a implantação de árvores disponibiliza sombra, favorecendo a redução da temperatura corporal dos animais.
“Esse efeito é mais perceptível na primavera e verão, e nos períodos mais quentes do dia”, afirma o pesquisador da estatal Alexandre Rossetto Garcia.
Nas pastagens sem sombra, é necessário que o produtor perceba que os bovinos estressados por causa do calor se expressam fisicamente por meio da movimentação excessiva, agrupamento nos extremos do piquete, ingestão frequente de água e descanso na posição deitada.
TEMPERATURA CORPÓREA
O pesquisador Alexandre Rossetto Garcia explica que, toda vez que a temperatura corpórea dos bovinos de corte ou de leite aumenta, uma série de consequências negativas é desencadeada.
“Quando um animal sente desconforto devido ao calor, ele passa a produzir uma quantidade maior de cortisol, hormônio diretamente ligado ao estresse.”
Conforme o especialista, o aumento da concentração desse hormônio faz com que os animais se alimentem menos, o que acarreta em prejuízos à produção: “Em um animal de corte, o crescimento é menor e, consequentemente, a produtividade também”.
Já o gado de leite passa a consumir uma quantidade maior de água para que ocorra a termorregulação corpórea.
“Como decorrência, o animal passa a apresentar maior sudorese e, com isso, perde líquidos e sais minerais fundamentais para a produção de leite. Os prejuízos financeiros aumentam porque, além da água ser um insumo e gerar custos para o produtor, o leite apresenta menor qualidade e valor comercial”, observa Garcia.
Do ponto de vista reprodutivo, os altos índices termo-corpóreos também podem provocar perdas ao setor pecuário.
“Quando a temperatura corpórea do touro se eleva, a temperatura interna dos testículos também sobe. Isso faz com que a quantidade e a qualidade do sêmen reduzam. Na fêmea, o processo é similar”, destaca o pesquisador.
Caso suba a temperatura interna da fêmea, explica Garcia, os ovócitos produzidos serão de baixa qualidade, impedindo, muitas vezes, a fecundação. Se isso ocorrer, “o embrião exige condições favoráveis para seu desenvolvimento e a temperatura ideal é uma delas”.
SOMBREAMENTO
O fator mais relevante é o sombreamento da pastagem. “O gado procura pelas áreas sombreadas e ali fica parte do dia, quando as temperaturas estão mais elevadas”, afirma o pesquisador.
Ele ainda explica que as copas das árvores bloqueiam grande parte da radiação solar, que incidiria diretamente no rebanho, e “ainda reduzem a temperatura ambiente em até cinco graus, proporcionando maior conforto aos animais”.
 


Últimas notícias


HOME  |   A EMPRESA   |   LOJAS   |   POSTO DE EMBALAGEM   |   MINERCAMDA   |   CATÁLOGO   |   EVENTOS   |   PROJETOS   |   INFORMATIVO   |  RELATÓRIO ANUAL
NOTA FISCAL   |   CLASSIFICADOS   |   COTAÇÕES E MERCADO   |   DOWNLOADS   |   NOTÍCIAS   |   SEJA COOPERADO   |   TRABALHE CONOSCO  |   FALE CONOSCO

Copyright © 2012 Cooperativa Camda  |   Desenvolvido por Evolução Web